Páginas

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

MORDE COM RAIVA OU ASSOPRA COM CARINHO( Antonio B Constante)

TEXTO DE ANTONIO BRAS CONSTANTE

Hoje este pretenso aprendiz de escritor resolveu escrever algo mais direcionado aos aspirantes a escritores, que muitas vezes me procuram questionando se vale à pena mergulhar no mundo das letras. Muitos acham que escrever é fácil e que escritores, assim como técnicos de futebol, decepcionam simplesmente por não saberem ler os pensamentos, gostos, preferências ou estados de humor de seus leitores ou torcedores.








Escrever realmente não é difícil, normalmente se aprende o básico já nas series iniciais da escola. Mas para querer ser escritor a pessoa antes de tudo tem que estar pronta a ser uma vidraça humana, suportando todas as pedras atiradas contra suas obras, a cada vez que ousa publicar um novo texto, sem se fragmentar com isso. Uns escrevem porque querem mudar o mundo, outros para se autoafirmar, outros para deixar sua marca, ou porque acham que é mais fácil escrever do que plantar uma árvore ou ter um filho. E outros ainda, como é o meu caso, escrevem por prazer (não para agradar ou irritar os outros como muitos pensam), um prazer inexplicável, que nos faz sentar na frente de um computador e deixar fluir o que vier na mente, deixando para os sites, jornais, blogs, revistas, etc, a decisão de publicar aquele texto ou não.







Mas voltando aos aspirantes das letras, vou deixar aqui algumas das mensagens que freqüentemente recebo, com elogios e críticas. Transcrevi as mensagens apenas separando-as entre mensagens sobre textos publicados e opiniões sobre meu livro. Ao lerem estas mensagens, imaginem-se sendo vocês que as receberam, e reflitam se vale à pena entrar para este mundo... Ou não.







ALGUMAS MENSAGENS RECEBIDAS SOBRE TEXTOS PUBLICADOS







“Por um momento pensei estar lendo Luis Fernando Veríssimo...” (Lepore)







“Tem um chato que escreve (escrevinhador) qq coisa, sobre qq assunto, e tenta dar uma roupagem aos textos. Textos monótonos, idéias pedestres, monopolizando o espaço.” (Lepore)







“Sou leitor fidedigno e gostaria de lhe saudar pela crescente qualidade de seus escritos. Ressalto nesta mensagem a profundidade e a simplicidade de sua mensagem. Nunca li algo parecido, no foco e no desenvolvimento de seu texto. Gostaria de agradecer por ter a atitude de escrever a vida em seus artigos, brindando seus leitores com risadas, discussão de temas e reflexão acima de tudo.” (William).







“Acho vc um idiota, que não tem o que fazer e fica mandando essas palhaçadas, a coisa já chegou de outra maneira na net, acho que não se deve brincar com essas coisas, não tem um pingo de graça”. (Pessoa identificada como Conceição, sobre o texto “E a gente ainda leva a sério”, entendendo que eu estava criando as tais correntes malditas que povoam a internet e não apenas parodiando-as, justamente para tentar alertar as pessoas sobre elas).







ALGUMAS MENSAGENS RECEBIDAS SOBRE O LIVRO: “Hoje é seu aniversário – PREPARE-SE”







“Houve um momento em que eu quase ri (...). Levando-se em consideração que me fizeram acreditar que era um livro de humor, foi um efeito completamente decepcionante. Sem falar na abordagem previsível e repetitiva dos assuntos escolhidos. Há tantos lugares-comuns no livro que quase achei que fosse minha casa (droga, acho que o humor ruim de Antônio me contagiou momentaneamente). O autor deve ser um tio e/ou pai e/ou ou avô metido a engraçado, metido a atualizado, metido a inteligente... Mas está apenas um nível acima da mediocridade em cada um desses aspectos. Talvez até divertido pessoalmente, mas entediante num livro. Não sei se tem potencial para vir a ser um bom escritor um dia. Afinal, falta a ele o ingrediente principal para isso: auto-crítica. Se ele achou que este livro estava bom o bastante para ser publicado e divulgado ferrenhamente aqui no Skoob, não sei se tem capacidade de "cair na real" e perceber que as coisas que ele aparentemente tem tanta vontade de dizer ao mundo (algo que gostei nele... o prazer em escrever... mesmo as bobagens que escreve) não têm mais graça, em nenhum sentido, e sabendo disso começar a mudar, a pensar mais criativamente. Talvez isto envolva mudanças na própria maneira de ele ver o mundo... Algo difícil e trabalhoso de se conseguir. Mais uma razão para eu crer que desse mato não deve sair coelho tão cedo.” (Victor).







“Li seu livro, estou sem palavras para comentar. rs Amei, de verdade! Suas críticas são duras mas ao mesmo tempo tem uma leveza de humor incrível. Ah uns dias atrás li o livro de um autor mtoo famoso e conhecido, tanto me indicaram que acabei lendo, mas foi uma leitura com crônicas cansativa, a leitura se tornou forçada. Com seu livro aconteceu completamente o contrário, tudo fluía, e cada página que lia, queria apreciar mais e mais. Você está de parabéns! Vou divulgar seu trabalho! ;) Um abraço!” (Mary)





Enfim, amando ou odiando aquilo que escrevo a ponto de continuarem lendo e relendo meus singelos textos apenas para muitas vezes criticá-los ferozmente depois, de minha parte só o que posso dizer é que vou continuar escrevendo enquanto tiver prazer em fazer isso, para sorte ou azar de todos aqueles que esbarrarem com minhas pérolas textuais. E a vida, esta caixinha de surpresas onde vivemos, a vida continua...







NOVA NOTA DO AUTOR: Produzi um filme no Youtube (escrito, dirigido e encenado por este eterno aprendiz de escritor), se quiser assistir ao filme e quem sabe dar boas risadas, basta acessar o Youtube e procurar por: “3D – Hoje é seu aniversário” (o filme foi feito em padrão 3D). Quem quiser também pode me pedir uma cópia em PDF do meu livro: “Hoje é seu aniversário – PREPARE-SE”. O livro impresso está disponível pela editora AGE (www.editoraage.com.br). Se quiser fazer parte de minha lista de leitores, para receber semanalmente meus textos, basta enviar um e-mail para: abrasc@terra.com.br .







Site: abrasc.blogspot.com







ULTIMA DICA: Divulgue este texto aos seus amigos (vale tudo, o blog da titia, o Orkut do cunhado, o MSN do vizinho, o importante é espalhar cada texto como sementes ao vento). Mas, caso não goste, tenha o prazer de divulgá-lo aos seus inimigos (entenda-se como inimigo, todo e qualquer desafeto ou chato que por ventura faça parte de um pedaço de sua vida ou tente fazer sua vida em pedaços).









Nenhum comentário:

Postar um comentário

E aí, gente, o que acharam? Ah, habilitei para anônimos de novo, então, favor, manter o nível!!

Veja o meu perfil

Minha foto
Brazil
Mão Cósmica Azul, Kin 247, Reikiana e uma pessoa legal, um ser humano no processo de evolução,como, aliás, todos somos...

Ame-se!!

Ame-se!!
Vigilantes da Auto Estima

Revista Andros para mulherada

Revista Andros para mulherada
proibido para choronas bobocas

Sigam-me os bons! e, até, os não tão bons

Vídeos de Alienação Parental Ferida no coração de pai(mãe) e filho(a)(s)

Loading...